Um ano transformador: os participantes do YAMEN encontram a Deus e as pessoas em

Participante do YAMEN Felizarda Atanásia Filimone (Moçambique) servindo a santa ceia no retiro nacional juvenil de 2017 da Igreja Cristiana Menonita de Colômbia. Photo: Natalia Andrea Vaca Bastidas

Bogotá, Colômbia - "O evangelho nos conecta, não importa onde estamos", diz Laurey Segura. Ela viveu essa percepção como professora e trabalhadora juvenil com a ajuda da Rede de Intercâmbio de Jovens Anabatistas-Menonitas (YAMEN), um programa do Comitê Central Mennonite (MCC) e da Conferência Mundial Menonita (CCM)  que permitiu que a Menonita costarriquenha servisse na Camboja por um ano em 2016-2017.

"Minha expectativa era que eu os ajudasse muito, mas sinto que eles me ajudaram mais", diz Segura. “Em vez de ser como férias prolongadas com momentos de servico, YAMEN  foi principalmente um processo de mudanças, pelo qual agradeço", diz ela. "Não foi fácil, mas aprendi muito sobre mim e minha perspectiva de vida mudou - de uma maneira positiva".

"Aprendi a amar meus vizinhos, a servir o Senhor Jesus, a servir a comunidade sem pensar em uma recompensa monetária", diz Felizarda Atanásia Filimone, de Moçambique, que serviu como trabalhadora juvenil com Crescendo Juntos na Igreja Menonita Monte Horeb, Soacha , Colombia.

As dificuldades da vida podem levar ao desespero, mas servindo no programa YAMEN com “Podcasts para a Paz” em Manágua,Nicarágua deu a Jhon Alex Martinez Lozano da igreja irmãos menonitas da Colômbia a esperança de "que há uma igreja que serve as pessoas, independentemente da raça ou cor". Ele aprendeu sobre a hospitalidade de uma maneira mais profunda, e que "não há distinção entre pessoas; todos fomos bem tratados".

Antes de entrar no programa, Filimone sentiu como se tivesse perdendo a fé. Através de YAMEN, "esperava uma mudança na minha vida; Eu previ paz interior e crescimento espiritual ".

Os momentos desafiadores no ano transcultural de Segura ensinaram-a a "ter [fé em Deus] como sua esperança em tempos difíceis. Apesar das coisas boas ou ruins, estamos sendo formados e essas experiências se tornarão boas lembranças, histórias futuras e boas lições ".

Através de seu serviço com o "Youth Equipped with Skill of Internship Center, Develop Our Village Economy in Phnom Penh”, "Aprendi o quão importante é fazer discípulos e acompanhá los antes, durante e depois como mentor e irmão ou irmã na fé ", Diz Segura.

Conselhos para aqueles que consideram o serviço YAMEN?

"Sorria sempre, fale sobre o amor de Deus ... e fale sobre o seu país", diz Filimone. Ela encoraja as pessoas a não se envergonhar do que não sabem, mas a respeitar e aprender com os outros, especialmente com outras culturas. Futuros participantes do programa deveriam "compartilhar com familiares, amigos e participar de encontros de jovens na igreja. Procure Deus sempre que você se sentir angustiado, procure um amigo para confiar e fale sobre suas preocupações, e você não se sentirá sozinho ".

"Confie na direção do Espírito de Deus de uma maneira que reflete a vida e o ensino de Jesus, a unidade da paz e a reconciliação", diz Filimone.

--Artigo de Danielle Gonzales e Karla Braun

Um comunicado conjunto do Comitê Central Menonita e da Conferência Mundial Menonita

 

Ore pelos participantes que participaram do programa YAMEN em 2017-2018:

Nome (país):

Servindo em:

Jesika Gomez (Bangladesh)

Zimbábue

Saray Reuk (Camboja)

Zimbábue

Sina Long (Camboja)

Bolívia

Sokuntheary Samreth (Camboja)

Índia

Soleab Loun (Camboja)

México

Cyriaque Djenaissem (Chade)

Burkina Faso

Damaris Guaza (Colômbia)

Nicarágua

Jhon Fredy Chocue Parra (Colômbia)

Bolívia

Diksha Masih (Índia)

Honduras

Easter Masih (Índia)

Colômbia

Victor Manova (Índia)

Zâmbia

Blasius (Bobby) Himawan (Indonésia)

Camboja

Daniel (Dante) Tobing (Indonésia)

Coreia do Sul

LohChu (Julian) Peng (Indonésia)

Colômbia

Bill Odeny (Quênia)

Camboja

Diana Onyango (Quênia)

Ucrânia

Phoebe Omuhinda (Quênia)

Camboja

MinYeong Jung (Coreia do Sul)

Quênia

Duangmala Chonealoun (Laos)

Camboja

Bohlokoa Lesesa (Lesoto)

Indonésia

Joyce Beaton (Malawi)

Indonésia

Salome Sawatzky (México)

El Salvador

Sarahi Gonzales (México)

Equador

Santos Martins (Mozambique)

Colômbia

Keila Morales (Nicarágua)

Bolívia

Benard Eriau (Uganda)

Nigéria

Mainza Hanzukule (Zâmbia)

Índia

Click here to read this in English